sapato
Descubra qual é seu Estilo!
Responda a um Teste de Estilo Rápido e descubra agora quais são os estilos que compõem a sua imagem pessoal.
Faça o teste e descubra agora!
oculos escuros
Fechar
teste de estilo

Afinal, o corpo perfeito existe?

33 mil norte americanas, em busca do corpo perfeito, afirmaram a pesquisadores que preferiam perder de 5 a 7 quilos do que alcançar qualquer outro objetivo.

77% das jovens em São Paulo apresentam propensão a desenvolver algum tipo de distúrbio alimentar (como anorexia, bulimia e compulsão por comer) segundo um estudo da Secretaria do Estado da Saúde.

O Brasil é o país que mais realiza cirurgias plásticas no mundo, segundo os dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética.

A sua relação com o corpo também é conturbada?

Quando pensamos em mulheres bem sucedidas, automaticamente pensamos em mulheres magras e jovens.

De acordo com o imaginário social, é impossível ser feliz com algumas dobrinhas a mais. Essa imagem é reforçada constantemente pela publicidade, redes sociais, relações de trabalho e até mesmo na pornografia, o grande motivador para tantas cirurgias plásticas.

Ou você acha que a vontade incessante por seios firmes e com o formato “perfeito” veio de uma vontade natural humana?

Todas as construções dos ideais de beleza são culturais. A cultura popular é massivamente influenciada por padrões irreais e impossíveis de serem alcançados. Na tentativa de termos esse corpo perfeito, acabamos nos frustrando.

em busca do corpo perfeito

Medo de envelhecer

Não obstante, os dados das cirurgias plásticas também revelam a verdade assustadora sobre o medo feminino de envelhecer.

O fim do mundo, sob a ótica atual, não chega através de um meteoro ou intervenção divina. Mas sim através das rugas. Basta apenas uma marca de expressão para minar toda a autoconfiança da mulher.

Um trecho do livro O Mito da Beleza, de Naomi Wolf, reflete muito bem a questão do envelhecimento:

“A juventude e a virgindade são ‘belas’ por representarem a ignorância sexual e a falta de experiência. O envelhecimento na mulher é ‘feio’ porque as mulheres, com o passar do tempo, adquirem poder (...).”

O corpo ideal realmente existe?

Ser consultora de imagem é ser a fortaleza das inseguranças de alguém.

Nossas clientes compartilham conosco suas histórias mais íntimas de como se sentem sobre si mesmas.

Temos contato com os mais diversos casos e em poucos anos de atendimento, é possível perceber como as mulheres se auto sabotam.

Essa auto sabotagem começa até mesmo antes do atendimento:

"Quero muito fazer a consultoria! Mas, antes, preciso perder alguns quilinhos."

Será que é realmente necessário perder peso para ser feliz? Seria esse um bom critério para postergar o seu bem estar?

Temos contato com o ideal de beleza todos os dias. Precisamos superar a dor de sermos pessoas "imperfeitas" diariamente.

A questão é: esses modelos perfeitos realmente existem?

Bem estar físico e mental

Em linhas gerais, a saúde vai além do corpo. O bem estar também envolve sanidade mental.

Ao depararmos com uma imagem que parece perfeita, ignoramos como aquela pessoa se sente. Já parou para pensar na pressão interna que as modelos vivem?

Cito aqui um caso que aconteceu comigo: eu tinha o ideal na minha mente de que mulheres consideradas bonitas (na verdade, mulheres que estavam de acordo com o padrão), seriam mulheres sem nenhuma questão interna. Inocente, né gente?

Relatos de uma modelo

O cenário mudou quando conheci uma modelo. Entre várias conversas, ela compartilhou comigo sobre a dor de não ser perfeita - e como ela tinha essa cobrança a todo momento diante dos flashes e castings.

Foi tão surpreendente entender que ela também tem as questões dela, assim como todas nós! Ela, que me parecia ter uma aparência impecável, ficava insatisfeita em não ter a altura perfeita para as passarelas.

Por isso, eu digo: o padrão de beleza afeta todas nós. Precisamos de empatia para entender que nem sempre essas modelos perfeitas estão bem com a realidade delas.

Portanto, eu te pergunto: por que você quer se espelhar nelas?

Todas nós temos as nossas questões. Devemos respeitar isso!

Sou muito baixa

Do mesmo jeito que essa amiga compartilhou a questão dela, já lidei com várias outras mulheres que se sentem mal por serem baixinhas.

Uma das etapas da Consultoria de Imagem é a Análise de Tipo Físico. Existem 6 biotipos e entender a nossa proporção corporal nos ajuda a escolher melhor as roupas que nos valorizam.

Apesar dessa classificação, cada corpo é único e devemos trabalhar principalmente com a sensação visual que cada pessoa tem sobre o próprio corpo.

Truques visuais para cada caso

Existem alguns truques visuais para ajudarmos a suavizar essas partes que nos incomodam!

Se você se incomoda com a sua baixa estatura, aposte em looks monocromáticos com um scarpin nude de bico fino, que alonga a silhueta.

dicas de roupas para quem tem baixa estatura

Lembre-se que esses truques não eliminam a necessidade de você trabalhar o seu psicológico para lidar com os seus incômodos de uma maneira saudável, ok?

Meu quadril é muito largo

Essa é uma das principais queixas quando o assunto é corpo, principalmente com relação à mulher brasileira.

Quando a mulher tem um quadril largo, ou seja, o quadril é proporcionalmente mais largo que o resto do corpo, estamos lidando com o corpo Triângulo.

Para suavizar o tamanho do quadril, aposte em modelagens mais retas para a parte de baixo, como a calça pantalona.

A saia evasê, aquela com abertura em A, também suaviza o quadril. Além disso, evite detalhes volumosos como pregas, ok?

dicas para quem tem quadril largo

Se joga nos decotes e acessórios! Para desviar a atenção do seu quadril, o truque é chamar atenção para a região do colo.

truques para suavizar o quadril largo

Pareço nadadora por ter ombros tão largos

Na contraposição dos quadris mais largos, há quem se incomode com os ombros largos. Nesse caso, estamos lidando com o corpo Triângulo Invertido.

Do mesmo jeito que a indicação para quem possui quadril largo é chamar atenção para o colo, o truque para suavizar os ombros largos é trazer volume para o quadril.

Portanto, se joga nas calças com pregas e botões, como a calça clochard! Você também pode apostar nas saias rodadas.

dicas para quem tem ombros largos

Nos ombros, cuidado com os volumes! Evite ombreiras, mangas bufantes babados na parte superior do corpo.

Minha barriga não é chapada

Mon amour, você não precisa ter barriga chapada pra se sentir bem não, viu?

Caso a sua barriga realmente te incomode, reclamação característica das mulheres de corpo Oval, não caia no papo que você precisa usar roupas mais largas para disfarçar a barriga. Isso é mito.

Essas roupas, na verdade, vão trazer mais volume para o seu corpo. Portanto, aposte nas roupas ajustadas ao corpo: nem justas demais, nem largas demais. A alfaiataria é o melhor exemplo nesse caso!

dicas para esconder a barriginha

Sou magra demais

Não se engane: mulheres magras demais também se sentem mal.

Quando a silhueta é mais longilínea e magra, estamos falando do corpo Tubular. O principal truque é incorporar volume ao visual. Tecidos como veludo cotelê, gabardine, rendas e tweed são perfeitos para te ajudar nisso!

dicas de roupas para mulheres magras

Não tenho cintura nenhuma!

As mulheres de corpo Retângulo têm as medidas dos ombros, cintura e quadril alinhados. Por isso, a cintura não é tão marcada.

Não é impossível marcar a região da cintura através das roupas não, viu? Algumas roupas, como o vestido transpassado e a blusa peplum tem uma marcação natural na cintura que vai valorizar essa região do seu corpo.

truques para quem não tem cintura

Sempre que montar um look, procure incrementar com o cinto para que a região seja valorizada. :)

Nunca estamos satisfeitas

Você reparou que, dentro dessas reclamações, a queixa da mulher de um tipo físico pode ser o ponto forte da outra?

A verdade é que nunca estamos satisfeitas. Sempre tem uma parte que falta. Já tive clientes que se incomodavam até com uma panturrilha que, segundo ela, era mais grossa. Mas na verdade era perfeitamente normal!

Precisamos ser mais generosas com o nosso corpo. Ele carrega tantas histórias incríveis que você já viveu! Por que não respeitar as marcas da sua vida?

Seja celulite, estria, flancos, ou até mesmo as rugas, nós sempre temos queixas sobre o nosso corpo.

Nós te garantimos que esses detalhes não eliminam a sua beleza.

O problema parece pequeno, mas é só a ponta do iceberg

A velha analogia do iceberg nunca perde sentido, né?! Não seria diferente para explicar a relação com o nosso próprio corpo.

Essas queixas pequenas (“meu quadril é muito largo”, “sou muito baixinha”, etc.) parecem detalhes minuciosos e que não têm tanta influência no nosso dia a dia.

Por trás dessa reclamação, esconde uma mulher maravilhosa que tem baixa autoestima e luta contra o autocrítica todos os dias.

Isso afeta várias áreas da sua vida:

As suas relações amorosas

A insegurança com o seu corpo manifesta-se através do ciúmes que você sente do(a) seu parceiro(a).

Normalmente, mulheres inseguras sobre si acham a todo momento que serão substituídas por mulheres mais bonitas e que não tem aquele defeito que só você consegue ver sobre si mesma.

Tudo vira motivo para desconfiança. Entre briguinhas pequenas, o relacionamento começa a desgastar até chegar ao término.

Com essa insegurança, você se esquece que a beleza de outras mulheres não exclui a sua.

Quando você é insegura de si, é normal que se sinta culpada por tudo.

relações amorososas quando se tem baixa estima

Nas brigas pequenas, você pensa que não faz nada certo e como o seu companheiro(a) poderia estar com alguém melhor. A pior das hipóteses: você pode começar a aceitar um relacionamento abusivo porque não enxerga o valor que você tem.

Calma, a culpa nunca é sua, viu? Perceba o seu valor e não aceite menos que isso!

No trabalho

Como se não bastassem as brigas no relacionamento, a produtividade no trabalho cai consideravelmente quando a autoestima não está em dia.

Se você não é segura de si, não será capaz de fazer aquela apresentação de cair os queixos no projeto novo, ou então não terá coragem para pedir o aumento de salário que você tanto merece.

O pensamento de ser incapaz te domina. Você começa a acreditar cegamente nele, e deixa de conquistar a sua carreira dos sonhos.

Tudo isso porque você não está satisfeita com o seu corpo.

influencia do corpo na autoestima no trabalho

Chega de competir com outras mulheres

Fomos ensinadas a odiar outras mulheres.

Seja por homens ou mero cargo de trabalho, sempre temos que competir com as mulheres. Em vários contextos, surge a questão de quem é a mais bonita, ou de quem tem o corpo perfeito.

Muitas vezes, podemos inclusive projetar a nossa própria insegurança ao criticar outra mulher.

O conflito surge, principalmente, para mulheres com idades diferentes: mulheres jovens foram ensinadas a temerem mulheres mais velhas, e vice-versa. Não seria melhor se elas se unissem?

Elas por elas

Se não permitirmos nos aliar a outras mulheres, não mudaremos o status quo.

Praticar a sororidade não é sinônimo de ser amiga de todas as mulheres. Às vezes, não compartilhamos dos mesmos valores de terceiros e você não é obrigada a conviver com aquela pessoa, seja ela mulher ou não.

Sororidade é sobre ter empatia e não julgar uma mulher, para não reforçar os estereótipos que lutamos contra todos os dias.

Quando nos abrimos para essa possibilidade de enxergar outras mulheres e unirmos para construir um presente diferente, automaticamente nos empoderamos. Empoderar outras mulheres também é se empoderar.

Comece a focar nas suas qualidades

Sempre enxergamos o nosso lado ruim. Detalhes pequenos passam a ser um monstro de 7 cabeças e nos assombram todos os dias da nossa vida.

Você pode começar a virar o jogo focando nas suas qualidades. Já parou para refletir sobre as partes do seu corpo que você ama?

Quando mudamos o nosso foco, começamos a praticar a generosidade com nós mesmas.

Ah! Quando você receber um elogio, agradeça.

Temos o péssimo costume de achar arrogante quem acata os elogios. Comece a agradecer a quem te elogia sem procurar algum defeito para suavizar o seu lado bom. Você merece sim receber elogios!

gentilezas e amizades entre mulheres

Lembre-se: você não é apenas um pedaço de corpo. Você é um conjunto de uma obra que tem uma história única.

O que é ter uma boa autoestima?

Idealizamos as pessoas com boa autoestima. Pensamos que elas sempre estão bem consigo mesmas e que não têm um dia triste na vida.

Não é bem assim que o jogo funciona..

Ter uma boa autoestima significa saber lidar com os dias ruins. Permitir que eles existam e não deixar que eles te vençam. Afinal, é impossível ficar bem 100% do tempo, né?!

Autoconhecimento

A autoestima nas alturas requer um único pré-requisito: o autoconhecimento.

Quando você sabe quais são seus pontos fortes e os fracos, como você reage nas situações de vida e, principalmente, o que você gosta, fica mais leve seguir um estilo de vida que te satisfaça por completo.

Para atingir tudo isso, nós garantimos: exige muita, mas muuuita prática. Separamos 3 atitudes para você começar a mudar a relação que você tem com o próprio corpo!

Pratique o autocuidado

Você merece um dia de beleza! Melhor que isso: você merece uma rotina na qual você é a protagonista. Separe um tempinho no seu dia a dia para cuidar de si!

Não sabe como começar esses cuidados? Olha só as suas opções:

  1. Começar uma rotina de skincare
  2. Separar um tempo para aquele banho de banheira
  3. Meditar
  4. Fazer exercício físico
  5. Praticar algum hobbie

Experimente o que te faz sentir bem e nunca deixe isso de lado.

Não faça isso porque eu estou te aconselhando, faça por você.

autocuidado e cuidados com o corpo feminino

Entenda os seus gatilhos

Todas nós guardamos memórias que podem ser traumatizantes. Se esse é o seu caso, entenda qual é esse trauma e ele pode manifestar no seu dia a dia.

Essas manifestações sempre vem acompanhadas de gatilhos. Identifique-os e não fuja deles: trabalhe-os até que eles se tornem um detalhe insignificante.

Respeite o seu tempo e o seu processo

Assim como cada mulher tem a sua própria história, cada uma tem o seu tempo e a sua caminhada.

Comparar o começo da sua jornada com o meio de outra pessoa é um erro e vai te fazer mal. Lembre-se que todas as nossas limitações originaram-se de criações culturais.

Naomi Wolf, autora que eu citei lá no início do texto, também trouxe uma nova perspectiva sobre o nosso relacionamento com a beleza, que tem relação direta com a Revolução Industrial.

Uma vez libertadas da Mística Feminina da domesticidade, as mulheres ficaram presas no mito da beleza.

Antes, éramos ensinadas que o lugar da mulher era em casa cuidando dos filhos e preparando a comida para quando o marido chegar.

A Revolução Industrial mudou não só o modo de produção, mas a estrutura da sociedade. Com a entrada da mulher no mercado de trabalho, a beleza da mulher magérrima passou a definir a feminilidade na sociedade.

mulheres no mercado de trabalho

Precisamos entender o nosso passado para construir um presente diferente!

Todas temos o nosso tempo, e precisamos respeitá-lo.

Um passo de cada vez.

personal stylist online

A dica da Personal Stylist é: Antes de afirmar que um corpo é perfeito, se questione: é perfeito para quem?


consultora de imagem

Aline Calamita encontrou na Consultoria de Imagem um meio de trabalhar com o que ama: estilo. Engenheira por formação, atua como COO na MyPS, além de prestar Consultoria de Imagem Online na plataforma.

 

Para o seu Look

  • CALÇA PANTACOURT AMPLA CREPE
    AMARO CALÇA PANTACOURT AMPLA CREPE
  • CALÇA LISA COM FIVELA
    RENNER CALÇA LISA COM FIVELA
  • CALÇA CLOCHARD COM CINTO E FIVELA FORRADA
    RENNER CALÇA CLOCHARD COM CINTO E FIVELA FORRADA
  • BLAZER CLÁSSICO SEM ABOTOAMENTO
    AMARO BLAZER CLÁSSICO SEM ABOTOAMENTO
  • Vestido Transpassado de Alças
    POSTHAUS Vestido Transpassado de Alças
  • CINTO FEMININO ESTAMPA TRIÂNGULOS
    RENNER CINTO FEMININO ESTAMPA TRIÂNGULOS
  • REGATA LISA COM TRANÇAS
    RENNER REGATA LISA COM TRANÇAS
  • Saia Evasê Preta
    POSTHAUS Saia Evasê Preta

Processando..

carregando